Páginas


SECRETARIA DE EDUCAÇÃO INAUGURA EM DOURADOS A CENTRAL DE 

INTERPRETAÇÃO DE LIBRAS


Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Educação (SED) inaugura nesta terça-feira (20), em Dourados, a Central de Interpretação de Libras (CIL) para proporcionar atendimento e minimizar as barreiras comunicativas entre surdos e os serviços públicos, oferecendo apoio de tradutores intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
A solenidade de inauguração começa às 9 horas com a participação da secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta; do secretário Nacional das Pessoas com Deficiência, Antônio José Ferreira; e representantes da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Esta é a segunda CIL de Mato Grosso do Sul. A primeira funciona no Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento as Pessoas com Surdez (CAS), em Campo Grande, desde junho de 2014.

A CIL realizará três tipos de atendimentos: Prestação de informação, de forma presencial, sobre serviços públicos; Prestação de informação, por meio virtual, sobre os serviços públicos, por meio de imagem em tempo real; Disponibilização do profissional intérprete, em local e horário previamente agendados, para acompanhamento da pessoa deficiente auditiva/surda.
A nova CIL funcionará na sede no Núcleo de Educação Especial (Nuesp) de Dourados, na Avenida Presidente Vargas, 309. De acordo com o Censo Escolar 2014, o município conta com 1.839 deficientes auditivos/surdos. A CIL de Dourados contará com três interpretes de libras fluente, preparados para prestar atendimento e garantindo o acompanhamento nas unidades de saúde, justiça, entrevista de empregos entre outros serviços que poderão ser prestados, também, pelo atendimento virtual – por meio de webcams, com a utilização de Libras.
CIL – A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em parceria com os Estados, vem implantando desde 2013 as Centrais de Interpretação de Libras (CIL) cujo objetivo é garantir atendimento de qualidade às pessoas com deficiência auditiva/surdos por meio de serviços de tradução e interpretação, além de facilitar o acesso a serviços públicos possibilitados com a intermediação do intérprete no serviço a ser prestado. O critério adotado para a implantação da CIL no Estado/município leva em consideração o número de deficientes auditivos/surdos e as ações desenvolvidas ao atendimento a este público.

Fonte: http://www.noticias.ms.gov.br/secretaria-de-educacao-inaugura-em-dourados-a-central-de-interpretacao-de-libras/